Lidar com infecções hospitalares é tudo o que sua gestão não precisa neste momento. Veja no artigo como a esterilização exerce papel fundamental para que isso não aconteça.

Um dos cenários mais desagradáveis dentro de um estabelecimento de saúde é gerenciar as infecções hospitalares. Seja pelo descuido nos procedimentos, seja por acidentes, o fato é que a saúde de todos é comprometida e pode haver danos gravíssimos à organização.

Veja em nosso artigo como a esterilização dos materiais médico-hospitalares e dos ambientes vai prevenir que situações como esta sejam realidade na sua gestão. É só continuar a leitura. Confira!

As boas práticas para evitar a contaminação hospitalar

A esterilização no combate às infecções hospitalares 

As infecções hospitalares são todas as contaminações adquiridas pelo paciente ou pelo profissional dentro de uma unidade de atendimento em saúde.  A transmissão de doenças pode ser reduzida e até mesmo zerada quando os processos de esterilização são executados com zelo e qualidade. 

E este é um procedimento que essencialmente deve ser visto como prioritário sem jamais confiar na sorte. Nenhuma etapa no processo de esterilização deve ser pulada ou adiantada e todos os materiais reutilizáveis precisam da garantia de esterilidade antes de serem usados.

Isso porque quando ocorre um contágio em massa da mesma doença dentro do hospital ou clínica, os prejuízos vão além da esfera econômica para a sua gestão. É uma situação em que o bem mais precioso das pessoas pode estar em risco, a vida delas, e a iminência de sofrer danos permanentes. 

E a única saída para garantir que isso não seja uma realidade, é investindo em uma boa e eficaz Central de Materiais e Esterilização – CME, que pode ser tanto interna quanto externa. 

Leia também:

– Sabe como funciona uma CME terceirizada? Veja no artigo

A importância da esterilização em ambientes hospitalares

Talvez você já saiba, mas vamos aqui reforçar que a importância é máxima! Ter os instrumentos e outros materiais esterilizados é a certeza de que a segurança e a saúde estão andando de mãos dadas para evitar a disseminação de doenças entre pacientes, acompanhantes, médicos e equipe técnica dentro do ambiente hospitalar. 

Isso porque em ambiente hospitalar estão presentes pessoas com o sistema imunológico debilitado, então se há a incidência de vírus e bactérias causadoras de doenças, o perigo de que as infecções hospitalares se instalem é maior e de contenção mais complexa.

Lidar com infecções hospitalares é tudo o que sua gestão não precisa neste momento. Veja no artigo como a esterilização exerce papel fundamental para que isso não aconteça.

Esse risco precisa estar o mais próximo de zero o quanto possível. E é um feito que só pode ser atingido se os processos na CME forem executados com é um processo imprescindível no que se refere à garantia da segurança dos produtos para saúde e dos instrumentos utilizados em ambientes hospitalares. Por meio dela, o risco de infecção é eliminado, fazendo com que os instrumentos sejam reutilizados.

Nos hospitais e clínicas, e em qualquer outro estabelecimento que ofereça serviços de saúde, os processos e protocolos precisam estar bem definidos e validados na Central de Material e Esterilização – CME, mesmo que esta seja interna ou externa. Se terceirizada, é essencial garantir que as etapas – o processamento, o acondicionamento, o armazenamento e a distribuição dos materiais – sejam executadas com a  máxima rigorosidade.

Os benefícios da esterilização:

  • segurança para pacientes e equipe médica;
  • cumprimento das normas exigidas pela Anvisa;
  • vida útil estendida do arsenal médico;
  • economia e otimização de recursos.

Este conteúdo foi útil para você? Neste artigo você viu que a esterilização é essencial para a manter as infecções hospitalares sob controle e em taxas mínimas, reduzindo a zero a possibilidade de contaminação dentro do seu estabelecimento de saúde. Por falar neste assunto, nós temos um artigo que fala sobre os tipos de esterilização: quais são e qual o mais seguro, que pode te interessar. Clique para ler.

 

Um comentário sobre “Saiba como a esterilização pode evitar as infecções hospitalares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>